Aluno da rede estadual é aprovado em medicina na Universidade Federal do Paraná

  • Geral
  • 06/fevereiro/2017 1:30 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS ) - O aluno da Escola Estadual Waldemir Barros da Silva das Moreninhas,  Ériky Fernandes, aprovado no curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná, foi recebido na última semana pela secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta e pelo secretário-adjunto, Josimário Teotônio Derbli da Silva, para receber os cumprimentos pela conquista.

Com 18 anos, Ériky Fernandes - que já havia passado para o curso de Jornalismo aos 16 anos, conta que decidiu se tornar médico ao assistir a um comercial do programa “Médico sem Fronteiras”, na TV aberta. “Eu queria fazer muitas coisas, como jornalismo, mas depois que vi a propaganda da ONG eu tive certeza que queria fazer aquilo”, destacou.

A persistência foi uma grande aliada de Ériky na busca por seu objetivo, alcançado na segunda tentativa: “No terceiro ano eu via os alunos de escolas particulares estudando período integral e fiquei bem nervoso. Então eu procurei um cursinho e fiquei assim: de manhã a escola, à tarde estudava em casa e à noite ia para o cursinho. Fui assim até janeiro, quando tentei Medicina na UFGD, mas não passei. Só que eu fui bem então resolvi estudar mais um ano. No ano passado eu estudava o dia inteiro e frequentava o cursinho à noite. Chegava, dormia e no outro dia começava tudo de novo. Até que passei”, resumiu.  

Secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta e secretário-adjunto, Josimário Teotônio Derbli da Silva, receberam Ériky Fernandes na Secretaria de Educação na última sexta-feira (3).

O aluno também destaca a oportunidade de poder se dedicar aos estudos em período integral: “muitos amigos meus têm que trabalhar. Eu me sinto privilegiado por não ter que trabalhar e poder passar o dia inteiro estudando”. Para os alunos de escola pública que estão tentando uma vaga na Universidade, Ériky dá uma dica: Meu conselho é aproveitar ao máximo os professores que são muito bons. Eu não conheço nenhum professor ruim de escola pública”, enfatizou.  

Para saber mais, confira na íntegra a entrevista para o MS no Rádio.

Jéssika Machado - Subcom.

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.