Capes e Fundect assinam liberação de R$ 14 milhões para novas bolsas

  • Educação
  • lgomes
  • 18/maio/2023 3:57 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

A Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul) e a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação) assinaram nesta semana, em Brasília, o termo de cooperação que concretiza a oferta de mais de R$ 14 milhões em novas bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado para programas de pós-graduação de instituições de ensino superior no Estado.

Os investimentos fazem parte  Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados IIl. O evento de assinatura dos Acordos de Cooperação Técnica (ACTs) contou com a presença de outras 17 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAP) e quatro instituições de ensino superior (IES).

A cerimônia que celebrou a parceria e a liberação dos recursos ocorreu na última terça-feira (16). na sede da Agência em Brasília. Assinaram o documento o diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira, e a presidente da Capes, Mercedes Bustamante. Também estavam presentes Nalvo Franco, diretor-científico, e Adriana Oliveira Araújo, gerente de bolsas e projetos, ambos da Fundect.

“É um imenso avanço para a pós-graduação do Estado em ganhos de conceitos, crescimento de programas, mais bolsas e recursos para que nossos estudantes possam se envolver e se estabelecerem em Mato Grosso do Sul. Essa parceria é importantíssima porque a Capes paga as bolsas e nós trabalhamos com o custeio dos programas, investindo no desenvolvimento do Estado”, exalta Márcio.

O total investido é referente à soma de R$ 8,8 milhões da Capes e R$ 1,9 milhão de contrapartida estadual, junto dos R$ 3,2 milhões da Fundect. São 44 bolsas de mestrado, 52 de doutorado e 12 de pós-doutorado contempladas e distribuídas dentre os quatro Programas de Pós-Graduação (PPGs) elencados pelas universidades do Estado, sendo eles:

1 - Bioeconomia e biotecnologia para a preservação da biodiversidade;
2 - Cidades inteligentes e sustentáveis;
3 - Novos desafios para a saúde e educação após a pandemia de Covid-19; e
4 - Desenvolvimento de agronegócio diversificado e sustentável.

Capes 

 
Os recursos fazem parte do Edital CAPES 38/2022 – Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados III, que tem o objetivo de manter a qualidade e fortalecer os Programas de Pós-Graduação de mestrado e doutorado.

A ideia é fomentar, com o apoio da CAPES, a formação de recursos humanos altamente qualificados, a investigação científica sobre temas considerados prioritários nos estados, além de estreitar laços entre a academia, os governos e a iniciativa privada para promover o desenvolvimento econômico e social.

 
O investimento federal será de R$ 184,4 milhões, com a concessão de 1.994 bolsas em todo o País. São 955 auxílios para mestrado, 827 para doutorado e 212 de pós-doutorado para cobrir os 60 meses de vigência dos trabalhos de formação de pessoal qualificado para áreas consideradas estratégicas pelos estados. O início deve ocorrer  ainda este mês e o final está previsto para abril de 2028.

Texto: Larissa Adami (estagiária de jornalismo) e Paulo Ricardo Gomes (jornalista responsável)
Fotos: Nayara Demarco (CGCOM/Capes)

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.