Com apoio do Estado, transição energética e ações ambientais fortalecem Campo Grande como capital da sustentabilidade

  • MS Gás
  • lgomes
  • 27/agosto/2023 5:20 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Companhia destaca articulação e alinhamento de políticas públicas com ações da iniciativa privada para reduzir a poluição do ar e a emissão de gases de efeito estufa

Responsável pelo suprimento de gás natural, fonte de energia fundamental no processo de transição energética, a MSGÁS vê com otimismo o alinhamento de políticas públicas e ações socioambientais para afirmar Campo Grande como Capital da Sustentabilidade. Segundo o diretor-presidente da Companhia, Rui Pires dos Santos, Mato Grosso do Sul é protagonista de algumas ações da agenda ambiental, como os incentivos às fontes renováveis de energia e processos de produção com redução da emissão de gás carbônico (CO2).

“A MSGÁS tem capacidade para desenvolver e adaptar tecnologias e vê que há espaço para contribuir na busca de soluções para as mudanças climáticas. Campo Grande é um laboratório da biodiversidade, é o centro político-administrativo de um Estado que vem avançando nas ações de preservação e conservação dos recursos naturais. Entendemos que é o momento de dar visibilidade ao nosso protagonismo”, destaca Rui Pires dos Santos. A afirmação de Campo Grande como Capital da Sustentabilidade é um dos princípios que a MSGÁS quer realçar, quando a cidade completa 124 anos e se coloca como um dos centros em que a agenda ambiental está efetivamente avançando”.

Para a direção da Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul, como concessionária de insumo essencial e indispensável no dia a dia das pessoas, a empresa entende que deve contribuir não só garantindo energia, mas também com ações que buscam a melhoria da qualidade de vida, se somar aos segmentos da sociedade civil organizada no combate à poluição e o aquecimento global.
“Estamos entrando em um novo ciclo de avanços em que as políticas integradas são importantes para as metas e objetivos de melhorar o clima e a qualidade de vida das pessoas. Nossa Companhia está inteiramente comprometida com os princípios socioambientais que tornam nossa Capital em uma das melhores cidades para morar”, reforça o diretor-presidente da MSGÁS ao falar da importância da agenda ambiental quando a cidade completa 124 anos neste 26 de agosto de 2023.

A empresa destaca a criação de programas atrelados à questão ambiental, como o manejo e conservação do solo e água, a pecuária de baixo carbono, o uso de energia renovável, práticas agrícolas sustentáveis e o combate ao desmatamento ilegal como medidas fundamentais para a meta de Estado Carbono Neutro até 2030. “Além disso, o Estado deu mais um importante passo para obter o reconhecimento internacional, como 'carbono neutro' com a criação do Plano Estadual de Incentivo ao Desenvolvimento das Fontes Renováveis de Produção de Energia –o MS Renovável e o Plano Estadual de Controle da Poluição e de Desenvolvimento Tecnológico”.

Sede da MSGÁS em Campo Grande

Marco da transição

A MSGÁS destaca os 25 anos da Companhia e os 124 anos de Campo Grande como marcos do novo ciclo de avanços tendo a agenda ambiental no centro dos debates, das políticas públicas e ações da iniciativa privada. “Comemoramos não apenas um ciclo de avanços da companhia no mercado de gás natural, mas também a conjugação de forças de todos os segmentos que incentivam a produção e o crescimento econômico ao mesmo tempo em que afirmam o protagonismo de Mato Grosso do Sul e Campo Grande no processo de descarbonização do clima”.

Entre os exemplos de ações a Companhia menciona o recente pacote de incentivo ao uso de gás natural (GNV) no abastecimento de veículos, tanto no transporte de pessoas quanto de cargas, medida que contribui para reduzir a dependência por gasolina e diesel, com grande alcance socioambiental e econômico. Medida importante no processo de transição energética, que traz estímulos ao biogás e Biometano, fontes de energia incluídas no programa MS Renovável.

Para um Estado que detém três biomas (Pantanal, Mata Atlântica e Cerrado), segundo a direção da MSGÁS, “é até natural” que Campo Grande se torne o centro do grande debate quer vem se desencadeando sobre a descarbonização do clima. “Ao lado de todos os setores econômicos e segmentos sociais de Campo Grande, a MSGÁS compartilha a satisfação de entrar em um novo ciclo, repetindo o desafio de 25 anos atrás ao apostar na ampliação da oferta de gás natural e hoje projetar-se para as fontes alternativas e renováveis de energia”.

Há uma consciência unânime de que o Gás Natural, além de se tornar um insumo fundamental para o crescimento das atividades econômicas, é o divisor da sustentabilidade ambiental, da transformação do modo como fazemos uso dos bens e recursos naturais disponíveis para suprir as nossas necessidades, sem comprometer esses mesmos bens para as gerações futuras”, observa o diretor-presidente da MSGÁS, Rui Pires dos Santos. “A sustentabilidade já é o principal eixo da economia”, reforça.

A principal meta no planejamento estratégico da empresa é ampliar o acesso ao gás natural e possibilitar que um número maior de municípios e clientes desfrutem dos benefícios econômicos, sociais e ambientais do gás canalizado. “Não há nenhuma dúvida sobre a importância do gás natural para a transição, justamente pela segurança que oferece nesse processo de mudança, que demandará alguns anos, a médio e longo prazos. A ampliação de energia de fontes renováveis e a redução do uso de combustíveis fósseis, além do foco em eficiência energética e dos investimentos em tecnologia, são as bases para a transição energética de baixo carbono”.

Para avançar nesses desafios, é preciso, segundo a empresa, investir na solidez da companhia, que já é reconhecida regional e nacionalmente. Hoje a MSGÁS tem capacidade instalada para suprir demandas de seis segmentos: Termelétrico, Industrial, Veicular, Comercial, Residencial e Cogeração de Energia. Gestão de resultados, desempenho na prestação de serviços e compromissos socioambientais são ações que tiveram avaliação e certificação destacada, desempenho que a empresa que elevar no patamar da responsabilidade social, aplicando recursos em projetos sociais, culturais e esportivos, em retribuição ao apoio que Campo Grande dá à Companhia, que saltou de 2.985 clientes em 2015 para mais de 15 mil em 2023, um crescimento de quase 400%.

Comunicação MSGÁS
Foto: Edemir Rodrigues/Arquivo

 

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.