Compromisso de Reinaldo com a Capital garante recursos para hospitais, segurança e infraestrutura

  • Governo
  • 29/maio/2017 6:00 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – As ações do Governo do Estado estão presentes em todos os 79 municípios e não seria diferente em Campo Grande, onde, por determinação do governador Reinaldo Azambuja, estão sendo investidos um aporte significativo de recursos em obras estruturantes, como a duplicação da Avenida Euler de Azevedo, pavimentação asfáltica do bairro Aero Rancho, segurança e na conclusão dos hospitais de Câncer e do Trauma.

A estruturação da rede hospitalar da Capital é um dos legados deixados pela primeira fase da Caravana da Saúde. Reinaldo Azambuja viabilizou a retomada das obras do Hospital do Trauma, anexo à Santa Casa, ao intermediar a liberação do aporte final de R$ 8,4 milhões, do qual o Estado repassou R$ 1,6 milhão, e assegurou mais R$ 12 milhões para aquisição de equipamentos e mobiliários para o novo hospital, que está em fase final de conclusão. 

Obra do Hospital do Trauma, iniciada há 20 anos, foi retomada em 2016 com a interveniência de Reinaldo Azambuja.

Referência em oncologia

A parceria do governo também foi fundamental para retomada de outra obra que se arrastava por vários anos, o Hospital de Câncer Alfredo Abrão. Além do repasse de R$ 1,2 milhão para o término do subsolo e do térreo do novo prédio, onde já funcionam o atendimento ao público, consultórios, salas de procedimentos e coletas, o hospital recebeu um novo acelerador linear, resultado de convênio do Estado com a entidade mantenedora e o Ministério da Saúde.

Estado colocou mais policiais e 176 novas viaturas nas ruas da Capital, atendendo todas as demandas na área de segurança.

Mais segurança ao cidadão 

Outro setor que vem recebendo substancial investimento da atual administração é a segurança pública, prioridade elencada pelos campo-grandenses. Nestes dois anos e cinco meses, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros da Capital receberam 176 novas viaturas, além de armamento, novos equipamentos de comunicação e ampliação dos efetivos. O programa “MS Mais Seguro” também reestruturou as unidades operacionais e colocou mais policiais nas ruas. 

Na área habitacional, o direito à moradia está sendo garantido pelo Estado, que já destinou, em parceria com governo federal, mais de R$ 212 milhões na construção de 3.430 residências e apartamentos na Capital, todos já entregues pelo governador. O último conjunto entregue foi o Jardim Canguru, no bairro do mesmo nome, com 272 apartamentos, e serão concluídos em julho os residenciais Rui Pimentel I e II, com 260 unidades.

Habitação recebe atenção especial do governador, que já entregou mais de 3.400 unidades de alto padrão em Campo Grande

Infra para os polos industriais

O governo concluiu, através do Programa Obra Inacabada Zero, a pavimentação asfáltica das etapas E, F e G do bairro Aero Rancho, um dos mais populosos da cidade, investimentos que chegam a R$ 5,6 milhões, e recentemente lançou a pavimentação e drenagem da continuidade da etapa G, orçada em R$ 1,2 milhão. Com a prefeitura de Campo Grande foi assinado pacote de R$ 50 milhões para obras emergenciais de tapa-buraco e recapeamento, em execução.

O governador Reinaldo Azambuja também cumpre compromisso com o setor industrial e está em andamento o asfaltamento do Polo Empresarial Miguel Leteriello, em fase final de conclusão, com investimentos do Estado de R$ 1,7 milhão. Em processo licitatório também está a pavimentação e drenagem de diversas ruas e revitalização do Polo Industrial Indubrasil, onde será investido cerca de R$ 8,1 milhões de recursos estaduais. 

Avenida Euler de Azevedo, obra emblemática em execução pelo Estado, vai reordenar o trânsito na saída para Rochedo.

Reordenamento do trânsito

A primeira etapa da obra no núcleo situado no distrito de Indubrasil inclui a restauração das vias já asfaltadas da região que dão acesso a ADM América do Sul. As adequações foram asseguradas pelo governador durante encontro como presidente do grupo, Scott Fredericksen, para permitir que a indústria inicie a operação de sua nova unidade na Capital, que será a maior fábrica de proteína texturizada da América Latina e está orçada em R$ 610 milhões.

A readequação da capacidade de tráfego da Avenida Euler de Azevedo, cuja obra de duplicação da via segue dentro do prazo de conclusão, foi orçada para receber investimentos de R$ 14,7 milhões. Para dar celeridade aos trabalhos, a obra foi dividida em dois lotes: o urbano e o rural. O primeiro, segue do entroncamento da avenida Presidente Vargas até  o Centro de Capacitação e Pesquisa (Cepaer) e o segundo do Cepaer até o entroncamento da MS-080, saída para Rochedo. Ao todo serão revitalizados 4,5 km, incluindo ciclovia.

Compromisso com a cidade

O Governo do Estado garantiu, ainda, apoio financeiro à prefeitura da Capital para execução da obra de intervenção na rotatória entre as avenidas Mato Grosso e Nelly Martins (Via Parque), cujo projeto se arrasta desde 2014. Em março de 2017 foi aditado o convênio em 25%, que passou de R$ 1.327.991,81 para R$ 1.653.763,30, devido à ampliação do projeto. A intervenção tem como objetivo dar mobilidade e organização no trânsito local.

A obra prevê a instalação de quatro conjuntos de semáforos e equipados com controladores de tempo conforme o fluxo de veículos. Também será aberto uma via de opção de acesso ao Parque dos Poderes e à região do Carandá Bosque, além de intervenções na drenagem e abertura de uma faixa adicional na avenida Mato Grosso, no acesso à rotatória. “Essa obra reflete o nosso comprometimento com a expansão da Capital”, disse Reinaldo Azambuja.

Sílvio Andrade - Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.