Dez bairros de Corumbá vão receber novas obras de asfalto do Governo do Estado

  • Infraestrutura
  • nrodrigues
  • 25/julho/2023 3:45 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Capital do Pantanal, Corumbá vai passar por uma significativa transformação em sua infraestrutura urbana com novas obras de asfalto em 10 bairros da cidade. Nesta terça-feira (25), o Governo do Estado, por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), divulgou contrato de R$ 25,5 milhões para a obra de pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais e recapeamento em diversas ruas dos bairros Dom Bosco, Aeroporto, Popular Nova, Jardim dos Estados, Nova Corumbá, Cristo Redentor, Centro América, Popular Velha, Centro e Previsul.

Vão receber pavimentação e drenagem trechos das seguintes vias:

  • Alameda Anita Garibaldi;
  • Alameda Brasil;
  • Alameda Esperança;
  • Alameda Thermistocles Figueiredo;
  • Avenida Geraldino Martins de Barros;
  • Rua 02;
  • Rua 03;
  • Rua 04;
  • Rua Antônio João; 
  • Rua Campinho;
  • Rua Campo Grande;
  • Rua Duque de Caxias;
  • Rua Edu Rocha;
  • Rua General Osório; 
  • Rua Goiás;
  • Rua João Afonso;
  • Rua Major Gama;
  • Rua Maranhão;
  • Rua Marechal Deodoro;
  • Rua Marechal Floriano;
  • Rua Monte Castelo;
  • Rua Pará;
  • Rua Paraná; 
  • Rua Projetada – 01;
  • Rua Projetada – 02;
  • Rua Projetada;
  • Rua República da Bolívia;
  • Rua República do Paraguai;
  • Rua Rio Grande do Sul;
  • Rua Rui Barbosa;
  • Rua Santa Catarina;
  • Rua Santo Antônio;
  • Rua São Francisco Gomes Xavier;
  • Rua São Paulo – 01;
  • Rua São Paulo;
  • Rua Sargento Aquino;
  • Rua Sete de Setembro;

Já a Rua Ladário será recapeada.

A iniciativa do Governo do Estado tem como objetivo melhorar a mobilidade urbana de Corumbá, além de proporcionar segurança e conforto aos motoristas. “Obras de asfalto melhoram a acessibilidade e a qualidade de vida das pessoas. O investimento ainda valoriza os imóveis da população”, destaca o secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Conforme contrato publicado pela Agesul, a obra deve ser concluída em um prazo de 720 dias consecutivos – contados a partir da data em que a empresa receber documento que autoriza o início dos serviços.

Bruno Chaves, Seilog
Foto: Chico Ribeiro/Arquivo

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.