Durante a Piracema PMA autua 64 pessoas e apreende mais de uma tonelada de pescado

  • Geral
  • 01/março/2017 2:43 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar Ambiental (PMA) divulgou um balanço dos quatro meses da Operação Piracema, que foi realizada em todo Mato Grosso do Sul. De acordo com a PMA, os números referentes à quantidade de pessoas autuadas aumentaram 30%, em relação à operação anterior, totalizando 64 autuações, dessas 51 pessoas foram presas em flagrante. Também foi apreendido 1,4 mil quilos de pescado e R$ 125,7 mil em multas aplicadas.

Nos últimos sete anos a Polícia Militar Ambiental tem apreendido em média pouco mais uma tonelada de pescado e prendido 60 pescadores, durante as operações. “Os resultados obtidos pela fiscalização demonstram que o trabalho tem gerado os resultados esperados e aceitáveis, dentro da meta preventiva. Isto é fundamental, pois os recursos pesqueiros estão sendo bem conservados, tendo em vista que o turismo de pesca é uma variável econômica importante para o Estado e que gera milhares de empregos diretos e indiretos”, ressaltou o comando da Polícia Militar Ambiental.

Desde que teve início a Operação Piracema, em novembro do ano passado, a fiscalização foi focada no monitoramento dos cardumes principalmente nos pontos em que eles são mais vulneráveis, cachoeiras e corredeiras, onde a PMA instalou postos fixos 24h neste período. Nesta quarta-feira termina o período de defeso para a proteção da Piracema em todos os rios do Estado e da União, a exceção é para os rios onde permanentemente a pesca não é permitida e em alguns locais especiais. Com o fim da Piracema, a PMA inicia agora uma nova fase da fiscalização em todo Estado.

Regiane Ribeiro com informações da PMA.

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.