Em dois anos, Governo do Estado aplicou R$ 869 milhões do Fundersul na malha rodoviária

  • Geral
  • 31/janeiro/2017 10:19 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande – O Governo do Estado tem destinado integralmente os recursos arrecadados com o Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário) na manutenção da infraestrutura rodoviária primária – estradas e pontes, garantindo trafegabilidade em qualquer época do ano e, principalmente, o escoamento da produção de matéria prima e industrializados. Em 2015 e 2016, foram investidos R$ 869 milhões e, para este ano, estão previstos R$ 824 milhões.

Parte da receita (25%) também é destinada aos municípios, para os quais o Estado transferiu, nos dois anos anteriores, R$ 247.873.199,72, com estimativa de repassar, em 2017, cerca de R$ 134 milhões. No ano passado, o governo estadual realizou a manutenção permanente de 3 mil km de estradas não pavimentadas e a meta é chegar aos 5 mil km até o fim de 2017. Também com recursos do fundo, o governo executa 42 das 66 pontes de concreto lançadas em dezembro de 2016 pelo governador Reinaldo Azambuja.

fundersul_ponte caracol
Com recursos do fundo, Reinaldo Azambuja entregou, no ano passado, ponte entre Caracol-Bela Vista. Foto Edemir Rodrigues

O plano de aplicação do Fundersul para este ano, com proteção de arrecadação de R$ 824.095,400,00, destina maior parte dos recursos (R$ 388 milhões) para restauração, conservação e manutenção de rodovias estaduais. Outros R$ 200 milhões serão destinados às obras de pavimentação asfáltica, implantação de rodovias e restauração e drenagem urbana, em apoio aos municípios. O governo aplicará ainda R$ 100 milhões na construção, reforma e manutenção de pontes, projetos executivos, fiscalização e equipamentos.

pantanal_ponte nabileque
Agesul reconstruiu a ponte sobre o Rio Nabileque, no Pantanal, tirando os produtores da região do isolamento

Licitação

Na semana passada, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) licitou cinco projetos que vão contemplar com serviços de restauração e manutenção as rodovias MS-156 (Caarapó-Amambai),  MS-156/MS-274/MS-379/MS-470 Cruzaltina-Dourados-Itaporã-Macaúba-Panambi-Douradina), MS- 338 (Santa Rita do Pardo-entroncamento MS-395) e MS-395 (Brasilândia-Bataguassu).com investimentos de 185,6 milhões, totalizando 256 km. As obras serão licitadas entre os dias 20 e 23 de fevereiro.

recapeamento-corumba2
Municipalismo: Estado investiu, em 2016, R$ 64 milhões na restauração de vias urbanas da maioria das cidades. Foto: Chico Ribeiro

Processos licitatórios já concluídos – e publicados no Diário Oficial do Estado, com previsão de início de obras tão logo as empresas vencedores instalem seus canteiros de obras, contemplam as seguintes estradas com serviços de restauração, revestimento primário e drenagem: 33,8 km da MS-323 (Serra da Alegria-Rio Verde), 18,8 km da MS-228/MS-427 (Fazenda Imaculada-Aquidauana-Corumbá) e 22 km da MS-214 (entroncamento da BR-163-Coxim). Valor total: R$ 9 milhões.

Sílvio Andrade - Subsecom

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.