Em Iguatemi, 120 famílias deixam “Buracão” e recebem moradias

  • Geral
  • 05/novembro/2018 4:00 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) - “Foi uma benção, esperava há 10 anos pela casa. Viver em casa alugada, de um lado para o outro é um sofrimento”, disse Evanilda dos Santos Ratier, de 53 anos, ao comemorar a entrega da sua casa própria na manhã desta segunda-feira (5.11), no município de Iguatemi. Ela é uma das 120 famílias que moravam em barracos na região conhecida como “Buracão”, antigo lixão, e que agora receberam moradia digna.

“Essas pessoas moravam no Buracão, que era o antigo lixão, e agora tem uma habitação de qualidade, sem pagar nem um tipo de prestação. Isso é qualidade de vida, isso é você atender aos mais necessitados. Essa é a razão da gente governar, atender essas famílias extremamente necessitadas”, frisou o governador Reinaldo Azambuja durante a solenidade de entrega das casas.

Ele destacou que as obras em Iguatemi continuam e ao todo serão entregues 378 habitações no município. Até dia 31 de dezembro, em todo o Estado, serão cerca de 26 mil casas entregues. “Agradecemos ao Governo Federal porque várias obras estavam paralisadas por falta de pagamento e conseguimos retomar”, lembrou.

O superintende da Caixa Econômica Federal, Evandro Narciso Lima, reforçou a importância da parceria entre os governos Municipal, Estadual e Federal para a concretização dos projetos habitacionais. “Esse é um empreendimento que possui toda infraestrutura necessária para morar com dignidade, cumprindo o direito constitucional da habitação”, disse.

Até dia 31 de dezembro serão aproximadamente 26 mil casas entregues em Mato Grosso do Sul.

A prefeita da cidade, Patrícia Nelli Margatto, declarou que “Iguatemi tem que ter uma gratidão enorme” pelo governador devido às melhorias que o Governo do Estado proporcionou aos moradores nos últimos quatro anos. Ela citou as obras de pavimentação e drenagem do bairro Vila Rosa, além da entrega de pontes de concreto e serviços de saúde.

“Ações na saúde foram várias, mas uma que nos comoveu foi quando os 62 moradores saíram daqui para fazer cirurgia de catarata. Recebi todos no meu gabinete e ali os relatos foram muitos, me emocionaram”, detalhou.

Ainda participaram da solenidade a presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez; o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun; além de prefeitos e vereadores da região.

Sonho

Aline Beatriz não se continha de alegria ao lado da mãe Evanilda.

As 120 famílias beneficiadas acompanharam com alegria a entrega das moradias. “Estou tão feliz, se pudesse já estava dentro de casa”, disparou a estudante Aline Beatriz, de 15 anos. Ela fez questão de acompanhar a mãe Evanilda durante a solenidade de entrega das chaves.

A índia kaiowá Gênia Romeiro, de 27 anos, é mãe de dois filhos, e há sete meses morava em um barraco na região conhecida como “Buracão”. Separada do marido, ela faz planos para o futuro. “Agora, com a minha casa, vou poder trabalhar e cuidar dos meus filhos”. Veja mais fotos.

Paula Vitorino e Paulo Yafusso - Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Edemir Rodrigues

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.