Governo integra a região de Ponta Porã no programa estadual de regulação

  • Saúde
  • 05/março/2017 8:41 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) - A microrregião de Ponta Porã começou a integrar a partir da última sexta-feira (3) o Programa de Implementação do Complexo de Regulador em Mato Grosso do Sul. A inclusão da microrregião de Ponta Porã, formada pelos municípios de Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Ponta Porã, Sete Quedas e Tacuru, no programa foi oficializada com a assinatura de termo pelo governador Reinaldo Azambuja e o secretário de estado de Saúde, Nelson Tavares, durante a entrega da reforma do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto.

O secretário de estado de saúde Nelson Tavares assina o termo de cooperação de implementação do programa de regulação estadual em Ponta Porã.

Com a adesão, a Secretaria de Estado de Saúde operacionalizará os trabalhos de regulação do acesso aos serviços de saúde na região com a substituição do uso de fax, nas urgências, por um sistema informatizado e com equipes já treinadas. Além de Ponta Porã, a cidade de Dourados e a capital Campo Grande já contam com este sistema de regulação atualizado e informatizado. De acordo com o cronograma da secretaria de estado de saúde, o projeto de operacionalização do sistema de regulação será implantado também levado para as microrregiões de Três Lagoas e Paranaíba, sendo feita assim a regulação ambulatorial e hospitalar.

“Estamos seguindo a mesma lógica regional para a reestruturação da saúde em Mato Grosso do Sul. A região de Ponta Porã se tornou um pólo regional de média e alta complexidade, com isso estamos aumentando cerca de 26% de seus atendimentos e evitando o deslocamento de pacientes para outras regiões. Temos como meta aumentar ainda mais estes atendimentos e completar a ampliação do Hospital Regional”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Com a nova adesão na microrregião de Ponta Porã, a Secretaria de Estado de Saúde atuará junto aos serviços de saúde dos municípios que não tenham centrais de regulação implantadas, contribuindo para a garantia da execução do acesso a toda oferta assistencial para a população de Mato Grosso do Sul.

Reforma em hospital e melhoria em atendimentos

O governador Reinaldo Azambuja entregou nesta sexta-feira 10 novos leitos de UTI, e apresentou o reaparelhamento e a adoção do novo modelo de gestão, de parceria público-privada, e as suas melhorias no atendimento do Hospital regional de Ponta Porã. Além de aumentar o atendimento, o Hospital Regional customizou a aplicação de recursos, gerando economia para o Estado.

O governador Reinaldo Azambuja durante visita as novas UTIs no Hospital Regional de Ponta Porã.

No Hospital Regional de Ponta Porã, onde a Organização Social Gerir está atuando deste agosto de 2016, o número de consultas e atendimentos de urgência passou de cerca de dois mil em agosto, para 4.734 em dezembro, totalizando mais de 21 mil pessoas atendidas neste período.

Os avanços são de 26% a mais na capacidade de atendimento, com o custo menor no que se refere aos gastos da instituição. Anteriormente o Estado destinava cerca de R$ 2,3 milhões mensais para o Hospital Regional de Ponta Porã. Hoje, os custos são de R$ 1,9 milhão.

Jefferson Gonçalves - Secretaria de Saúde.

Fotos: Chico Ribeiro.

Veja Também

NOTA OFICIAL

Com intuito de aprimorar e evoluir na prestação de serviços públicos à população sul-mato-grossense, o governo de Mato Grosso do Sul informa que o ex-delegado-geral de Polícia Civil, Roberto Gurgel […]

Últimas Notícias

NOTA OFICIAL

Com intuito de aprimorar e evoluir na prestação de serviços públicos à população sul-mato-grossense, o governo de Mato Grosso do Sul informa que o ex-delegado-geral de Polícia Civil, Roberto Gurgel […]

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.