Melhorar qualidade do leite é prioridade do Governo do Estado, afirma titular da Sepaf

  • Agricultura Familiar
  • 25/novembro/2015 10:13 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) - Durante a solenidade de entrega dos resfriadores de leite para cooperativas e assentamentos rurais de 19 municípios de Mato Grosso do Sul, no Centro de Pesquisa da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), na tarde desta terça-feira (24), o secretario de Produção e Agricultura Familiar do Estado (Sepaf), Fernando Mendes Lamas, fez questão de lembrar que o fomento a produção de leite no Estado é uma das prioridades elencadas pelo governador Reinaldo Azambuja, e que a entrega daqueles equipamentos é a prova de seu empenho neste sentido.

O secretario comentou ainda que atividades paralelas àquela, inclusive uma viagem que fez naquela manhã até Aquidauana, também tinham o mesmo intuito. “Fomos discutir com a UEMS, estratégias para o desenvolvimento de ações conjuntas buscando a melhoria da qualidade do leite produzido no Estado”, falou.

Lamas contou que esteve com o corpo docente da Universidade e os diretores-presidentes da Agraer e Iagro, Enelvo Felini e Luciano Chiochetta, respectivamente, e o superintendente de Desenvolvimento Rural da Sepaf, Edwin Baur, para discutir o alinhamento de ações conjuntas, enquanto visitava as instalações e conhecia sua rotina e demandas.

Nesse sentido, Lamas lembrou que a Universidade trabalha seus experimentos no setor leiteiro primando pela qualidade do produto, que cada vez mais tem sido exigida por toda sociedade e também pela indústria.

Ao falar da importância dos resfriadores para o processo e para os produtores, o secretário lembrou que além da qualidade, a melhoria da escala de produção e o aprimoramento dos conhecimentos também estão nos radares do Governo e é missão em andamento da Sepaf. “Nosso desejo é que Mato Grosso do Sul saia da condição atual e passe, num futuro muito breve, a exportar leite e seus derivados”, finalizou.

O governador Reinaldo Azambuja, após atribuir o resgate do projeto dos resfriadores ao trabalho da equipe da Sepaf, através da Agraer, lembrou que o secretario Lamas destacou a importância da qualidade do produto. “Hoje um dos grandes desafios nossos, é nós termos um leite de qualidade. As indústrias estão cada vez mais exigentes e a qualidade é fundamental para agregar valor a essa mercadoria e abrir novos mercados”, disse.

Ao lembrar a recente visita do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a Mato Grosso do Sul, o governador revelou que ao deixar de lado os temas políticos numa conversa de bastidores e questioná-lo sobre quais seriam os grandes desafios do País, ouviu do experiente ex-presidente que os governos devem focar seus esforços no avanço da agricultura familiar e dos assentamentos que foram formados no País e sua sustentabilidade.

Lembrando a forma como FHC trabalhava em seu governo, Azambuja destacou a importância da parceria entre os governos para realizar as ações que o setor produtivo precisa, enfatizando a melhoria da qualidade do rebanho e das condições de armazenagem, e a necessidade da integração dos programas voltados a produção de hortigranjeiros.

Ao classificar como inconcebível o fato do Mato Grosso do Sul ainda importar tão alta quantidade de produtos de outros Estados, Reinaldo comentou que o Governo do Estado está se instrumentalizando para superar o gargalo da produção de hortigranjeiros. Segundo ele, essa organização passa pelas associações, pelas cooperativas, pelo trabalho integrado dos governos e por recuperação de solos, entre outras atividades que a Sepaf e suas vinculadas devem começar a colocar em pratica no próximo ano.

Conhecedor das dificuldades dos produtores, em especial pela falta de estradas, Reinaldo falou da superação de desafios e dos avanços mesmo num período em que uma crise assola não só o Estado, mas todo País. O governador comentou que os deputados federais e senadores do Estado têm sido parceiros e numa ação de entendimento da importância da união de esforços, irão ajudar a disponibilizar mais de vinte milhões para a Agraer.

O governador revelou que os recursos serão utilizados nas ações e na aquisição de equipamentos para atendimento da agricultura familiar do Estado, fortalecendo o setor produtivo e que a piscicultura é um dos projetos que terão atenção especial.

Patrulhas estão sendo organizadas, segundo ele, para atender a demanda dos diversos frigoríficos de abate de peixes, que o Governo está atraindo para o Estado. Reinaldo comentou que uma força tarefa deve entrar em ação para garantir o licenciamento dos tanques nas propriedades, os equipamentos necessários e serviço de assistência para o desenvolvimento da atividade. “A piscicultura tem muito espaço para crescer, principalmente dentro da agricultura familiar e é nesse sentido que vamos trabalhar”, finalizou.

A entrega dos resfriadores foi concluída com a operação de embarque dos equipamentos nos caminhões dos municípios. Ao todo, foram investidos R$ 439 mil para a aquisição dos 43 resfriadores. Os equipamentos foram adquiridos por meio dos dois contratos de repasse n.º 781.953 e o 781.959/2012, convênios firmados entre o governo do Estado e Ministério da Pecuária, Agricultura e Abastecimento (MAPA).

Kelly Ventorim, da Assessoria de Comunicação da Sepaf.

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.