MS Saúde encaminha primeiros pacientes para cirurgia em Fátima do Sul

  • Saúde
  • lgomes
  • 24/junho/2023 4:28 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Na primeira ação de atendimento do Projeto ‘MS Saúde: Mais Saúde, Menos Filas’, mais de 100 pacientes foram atendidos neste sábado (24) no município de Fátima do Sul. A avaliação foi realizada para garantir o agendamento da cirurgia de pterígio – membrana formada de vasos sanguíneos e tecido fibroso que cresce nos olhos –, prevista para ocorrer nos dias 1° e 2 de julho no Hospital da SIAS (Sociedade Integrada de Assistência Social).

Pacientes passam por triagem em Fátima do Sul

Para quem aguarda por uma cirurgia, o dia foi de avaliação médica e pré-operatório. Na triagem e na consulta muitos pacientes atendidos foram encaminhados para outros serviços disponibilizados. E outros já deixaram o Hospital da SIAS (Sociedade Integrada de Assistência Social) com o encaminhamento para a cirurgia.

É o caso do motorista de ônibus Nilton Carlos de Oliveira, 47 anos, que mora em Dourados. “Eu fui diagnosticado com o problema há dois anos, foi na época da pandemia. Por isso estou conseguindo a cirurgia agora. Mas depois que passei pelo médico até agora, que é o momento de agendar, foi rápido. Eu acho muito bom que essas cirurgias estão acontecendo”.

Para ele, o procedimento vai dar mais qualidade de vida e segurança, inclusive no trabalho. “Eu precisei mudar de categoria de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para poder renovar, e também tive um laudo médico para comprovar que estava no processo de realização da cirurgia. Mas vai ser ótimo pode resolver isso logo. Semana que vem eu volto e faço a cirurgia”, comemorou Nilton.

Juventina Santana

Juventina Santana, 55 anos, também aguarda a cirurgia para resolver de vez o problema do olho direito. “Atrapalha demais, eu enxergo tudo embaçado. Fui atendida rápido, dei andamento em tudo este ano mesmo e agora já estou aqui para aguardar a cirurgia”.

O secretário de Estado de Saúde, Maurício Simões, reconheceu a importância da ação. “Vamos trabalhar para que seja organizada uma política de gestão, para que toda pessoa que precise de cirurgia faça imediatamente. Porém, atuamos neste momento para garantir que todos que aguardam tenham suas demandas atendidas. Por isso, trazer estas ações para o interior é de grande importância, pois assim conseguimos dar andamento para esta necessidade específica da população”.

A diretora-geral de Gestão Estratégica da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Maria Angélica Benetasso, ressalta que a Secretaria de Estado de Saúde está empenhada em acelerar as cirurgias eletivas e exames diagnósticos o quanto antes no Estado. “Os pacientes passam por atendimento ambulatorial para avaliação médica para o pré-operatório e a cirurgia será realizada nos próximos dias. É uma consulta importante para triagem e direcionamento”.

Secretário de Saúde, Maurício Simões, durante ação em Fátima do Sul

Nesta ação, foram atendidos pacientes de dez municípios da região, de acordo com a diretora do hospital Rosa Conceição Villas Boas. “Além do atendimento do MS Saúde, também atendemos outras pactuações, pois somos referência em oftalmologia para 18 municípios. E no projeto do Governo do Estado também vamos realizar cirurgias de catarata, vascular, ginecológica e geral”.

A presidente Cosems/MS (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul) Josiane Oliveira, que é secretária Municipal de Saúde de Vicentina, afirmou que o MS Saúde garante atendimento a quem mais precisa. “A saúde no interior precisa ser fortalecida, por estarmos em um Estado com grandes dimensões. O projeto do Governo possibilita realizar cirurgias que estavam represadas a bastante tempo e outras que surgiram em decorrência do período pandêmico”.

MS Saúde: Mais Saúde, Menos Fila

Lançado em maio, o Projeto ‘MS Saúde: Mais Saúde, Menos Fila’ vai ajudar a reduzir as filas e levar consultas, exames e cirurgias à população dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

A previsão é de investimentos de R$ 45 milhões em recursos estaduais e R$ 7,9 milhões em recursos federais. A população poderá contar com a oferta de cirurgias eletivas nas especialidades de oftalmologia, otorrinolaringologia, cirurgia vascular, cirurgia geral, ortopedia, ginecologia, urologia e cirurgia reparadora.

Já os exames diagnósticos vão incluir ressonância magnética com contraste, ressonância magnética (sedação), tomografia computadorizada, endoscopia, densitometria, eletrocardiograma, ecocardiograma transtorácico, ultrassonografia, entre outros.

Secretário conversa com pacientes em Fátima do Sul

A grande novidade e diferencial do programa serão as cirurgias reparadoras voltadas para pré-adolescentes e jovens vítimas de bullying. Com o intuito de diminuir a evasão escolar decorrente dessa situação, o Governo do Estado, em uma parceria entre as secretarias de Estado de Saúde e Educação, oferecerá cirurgias plásticas reparadoras - cirurgia mamária feminina não estética; plástica mamária masculina; e tratamento cirúrgico não estético da orelha. Nesse rol de cirurgias preventivas serão incluídos 30 encaminhamentos para correção de estrabismo que estão na lista de espera da área oftalmológica.

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS (de Fátima do Sul)
Fotos: Álvaro Rezende

ATENÇÃO IMPRENSA: Confira as fotos, imagens e sonoras do evento

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.