MS tem representante em evento realizado em Portugal para parcerias com a União Europeia

  • Inovação
  • Natalia Yahn
  • 04/setembro/2023 4:46 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Para promover a reflexão e a análise sobre as condições para alcançar o desenvolvimento sustentável a nível global, nos termos das previsões demográficas para 2050 e da evolução da Agenda 2030 das Nações Unidas, é realizado em São Lourenço (Portugal), o 32° Encontro Prospetiva. O evento no Convento da Arrábida, organizado pelo Instituto Prospetiva, reúne o diretor-presidente da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), Márcio de Araújo Pereira, que representa Mato Grosso do Sul.

A participação tem como objetivo promover parcerias colaborativas com a União Europeia, para a economia de baixo carbono, além de prospectar investimentos em ciência e tecnologia para o Estado.

“Estamos falando bastante sobre carbono neutro, hidrogênio verde, e outras pautas que envolvem o Brasil. Represento Mato Grosso do Sul a convite do Ministério de Ciência e Tecnologia de Portugal para realizar esse diálogo com a União Europeia. Também estão aqui representantes da Fapesp (
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e outras lideranças”, explicou Márcio.

Sobre o encontro

Contando com a presença de nomes importantes da economia, ciência e tecnologia no mundo, como o ex-ministro de Ciência e Tecnologia e Ensino de Portugal, Manuel Heitor, o encontro abordará o “complexo de incerteza” em nível internacional pós-pandemia de covid-19 e em meio às oscilações políticas causadas pela guerra da Rússia contra a Ucrânia.

Nesse contexto, o evento está focado principalmente nas condições para desenvolver e implementar plataformas colaborativas de conhecimento para o desenvolvimento da relação da Europa com o Sul Global, em particular com África e a América Latina.

As discussões têm como temas centrais as condições políticas, econômicas, regulatórias, socioculturais e científicas para uma nova era de cooperação entre a Europa com a África e a América Latina, além da ciência dos dados para o desenvolvimento, condições para desenvolver economias de baixo carbono e a gestão sustentável dos solos, incluindo formas de sequestro de carbono, e a expansão urbana no Sul Global e as condições para a promoção de territórios sustentáveis e aaudáveis.

Os debates ocorrem durante toda a semana. Mais informações estão disponíveis no site do Instituto Prospectiva (https://institutoprospectiva.pt/index.html)

Paulo Ricardo Gomes, Fundect

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.