Pães confeccionados no Centro Penal beneficiam pacientes em tratamento contra o câncer no HU

  • Agepen
  • nrodrigues
  • 13/junho/2023 5:36 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Diariamente 2,3 mil pães são produzidos por seis reeducandos que cumprem pena em regime semiaberto no CPAIG (Centro Penal Agroindustrial da Gameleira). Por semana, são doados 5 mil pães para instituições filantrópicas e projetos sociais por meio do programa Mesa Brasil, os outros 6,5 mil pães são consumidos no Centro Penal, dentre as instituições contempladas, está o Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap-UFMS/Ebserh), filiado à Ebserh, que recebe 100 unidades de pães diariamente.

A doação é destinada aos pacientes oncológicos do hospital que estão em tratamento radioterapia, em que é oferecido um lanche para eles durante o período em que estão sendo atendidos.

“Muitas vezes o paciente chega bem cedo para o tratamento ou vem de outra cidade para ser atendido e acaba ficando com fome. Então é servido um lanche para tornar esse momento mais agradável. No início eles estavam tímidos, agora se servem do pão que é servido juntamente com café”, explica Mayara Rodrigues Mota, Chefe da Unidade de Hematologia, Hemoterapia e Oncologia.

Além dos pães, reeducandos trabalham no hospital por meio de convênio de trabalho.

Trabalho e ressocialização

O Centro Penal Agroindustrial da Gameleira atualmente conta com seis oficinas de produção industrial, empregando diretamente 180 reeducandos. No local, além dos pães, as frentes de trabalho incluem a confecção de churrasqueiras, reformas de carrinhos de supermercados, empacotamento de erva de tereré, cozinha e produção de bolas, entre outras atividades. Além disso, mais 450 detentos atuam em parcerias da Agepen/MS (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul) fora do presídio.



Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap) faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde dezembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 41 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Keila Oliveira, Agepen (com informações do HUMAP)

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.