Período de chuvas e altas temperaturas: SES reforça cuidados para evitar criadouros da dengue

  • Saúde
  • lgomes
  • 10/setembro/2023 6:00 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Com a chegada do período de chuvas e as altas temperaturas, a população deve se manter atenta e redobrar os cuidados para evitar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. Neste período, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) alerta para os cuidados que a população deve ter no combate ao mosquito.

A dengue é uma doença transmitida por mosquitos e que se desenvolve em condições quentes e úmidas, tornando-a mais prevalente durante padrões climáticos de altas temperaturas e chuvas. O ovo do mosquito Aedes aegypti consegue sobreviver por mais de um ano, mesmo se o local onde foi depositado estiver seco. O período do ano com maior transmissão são os meses mais chuvosos, por essa razão é importante manter a higiene e evitar o acúmulo de água parada todos os dias.

Conforme a enfermeira da SES, Bianca Modafari Godoy, além de que todos precisam estar informados sobre os sintomas clássicos da dengue, para se proteger e proteger sua comunidade, algumas precauções são essenciais. “É importante que a população faça a limpeza nos quintais de suas casas, não deixando água parada em pneus, vasos de plantas, garrafas, caixas d’água ou outros recipientes que possam permitir a reprodução do mosquito”.

Manter lixeiras bem tampadas, ralos limpos e com aplicação de tela, e usar lonas esticadas para cobrir materiais de construção são outros cuidados para evitar o acúmulo de água e focos do mosquito. O uso de repelentes e telas em janelas também pode ser uma prática de segurança para a população.

Confira mais dicas:

• Evite água parada, em qualquer época do ano;
• Mantenha bem tampado tonéis, barris de água e caixas d’agua;
• Guarde pneus em locais cobertos;
• Remova galhos e folhas de calhas;
• Não deixar água acumulada sobre a laje;
• Encha pratinhos de vasos com areia até a borda ou lave-os uma vez por semana e faça sempre a manutenção de piscinas.
• Feche bem os sacos de lixo e não deixe ao alcance de crianças e animais.

Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeiras.

Sintomas

Fique atento aos sintomas da dengue como febre alta, dor de cabeça intensa, dor nas articulações e erupção cutânea, e os sinais e sintomas de alarme que podem apresentar dor abdominal intensa, vômitos persistentes, diarreia, desânimo e sangramento de mucosa.

“Se você ou um membro de sua família apresentar sintomas semelhantes aos da dengue, procure atendimento médico imediatamente. O diagnóstico precoce e o início da hidratação imediata são cruciais para que não se tenha evolução para casos graves e/ou óbitos”, alerta Bianca.

Faça sua parte e evite a proliferação do mosquito.

Kamilla Ratier, SES

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.