Projeto Pintando a Educação com Liberdade leva mão de-obra de reeducandos à sétima escola estadual

  • Rádio
  • 04/janeiro/2017 7:42 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

A Agência de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul – a Agepen - firmou novo contrato de trabalho para empregar 20 internos do regime semiaberto, na reforma da Escola Estadual Prof. Emygdio Campos Widal, em Campo Grande. Conforme o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, esta é a sétima instituição de ensino a ser beneficiada pelo projeto.

O contrato é baseado na Lei de Execução Penal e é válido por 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período. De acordo com Ailton Stropa, a utilização da mão-de-obra dos internos, por meio do Projeto “Pintando a Educação com Liberdade” é vantajosa em diversos aspectos.

Os reeducandos participantes do Projeto recebem um salário mínimo pelo trabalho, cada, sendo que 10% da remuneração é destinada ao custeio da obra.

Lívia Machado - Subcom

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.