Reforma do ensino médio e inserção de jovem no mercado são desafios do Fórum de Governadores

  • Educação
  • 18/agosto/2016 8:18 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Bonito (MS) – Integrar a educação geral do ensino médio escolar com a formação profissional, encaminhando jovens ao mercado de trabalho, é um dos grandes desafios da educação pública brasileira. O tema vem sendo tratado pela Câmara de Educação do Consórcio Brasil Central e ganhou novos encaminhamentos nesta quinta-feira (18), data em que teve início em Bonito o 4º encontro de 2016 do Fórum de Governadores Brasil Central. O consórcio é formado pelos estados de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins.

A proposta é “reformar o ensino médio”, deixando ele mais atrativo para os alunos e fazendo com que a evasão escolar diminua. “A escola tem que oferecer vários caminhos profissionalizantes ao aluno para que ele faça a escolha de que carreira seguir [...] essa integração é fundamental para dar ao aluno a opção de entrar no mercado de trabalho após o ensino médio na área que ele teve a formação profissional ou prosseguir no ensino superior, e até mesmo mudar de área”, explicou o coordenador da Câmara de Educação, o secretário de Educação do Distrito Federal, professor Júlio Gregório Filho.

Para tornar o ensino médio integrado uma realidade nos seis estados (GO, MT, DF, MS, RO, TO), o professor Júlio pontuou que algumas mudanças seriam necessárias, entre elas tornar o ensino médio e o ensino profissionalizante responsabilidades das secretarias de Educação – o que não ocorre no Tocantins, por exemplo – e promover a flexibilização na contratação de professores. Essas propostas serão levadas ao conhecimento dos governadores na sexta-feira (19), ainda durante o 4º encontro do Fórum, para encaminhamento dos projetos.

“O consórcio tem a oportunidade única de tornar nossos estados (GO, MT, DF, MS, RO, TO) exemplo para todo o Brasil”, disse a secretária de Educação de Goiás, Raquel Figueiredo.

Mato Grosso do Sul – Segundo a secretária de Educação de Mato Grosso do Sul, Maria Cecília Amendola da Motta, o ensino médio integrado, unindo a educação geral com o ensino profissionalizante, já é realidade no Estado, mas passará por aprimoramento a partir de 2017 para “colocar a juventude no mercado de trabalho com competência”.

_MG_1468 copiar

O projeto será realizado em Campo Grande e no interior. De início, algumas escolas serão escolhidas para abrigar a nova forma de ensino, uma vez que nem todas as unidades têm laboratórios de capacitação. “Os cursos serão voltados para a realidade local. O município de Bonito, por exemplo, pode ter atividades voltadas ao turismo. Em Dourados para o agronegócio”, contou.

Brasil Central – O Fórum de Governadores Brasil Central reúne chefes do Executivo dos estados do Centro-Oeste (MS, MT, GO e Distrito Federal), além de Tocantins e Rondônia. Está associado ao Consórcio Interestadual  de Desenvolvimento do Brasil, formado para compartilhar soluções e desenvolver ações conjuntas, reduzindo custos na solução de problemas e elevando a competitividade regional. Criado em setembro de 2015, o Consórcio segue a linha de associações horizontais formadas nos EUA e Europa e também tem entre seus objetivos o reforço da representatividade política e das articulações com o Governo Federal.

Bruno Chaves, da Subsecretaria de Comunicação do Governo do Estado | Fotos: João Garrigó

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.