Reinaldo reforça compromisso com retomada da economia e setores produtivos de MS em evento do FCO

  • Geral
  • Thereza Christina Amendola da Motta Cance
  • 30/março/2017 3:06 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) - Com o objetivo de fomentar os setores produtivos de Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja participou nesta quinta-feira (30) da Caravana do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) realizada em Campo Grande pelo Banco do Brasil. Ao todo, cinco municípios sediam o evento que tem como público-alvo empresários e produtores rurais, que poderão contar com uma oferta de crédito para financiamento nos setores mineral, industrial, agropecuário, agroindustrial, turístico, comercial e de serviços, avaliada em mais de R$ 2 bilhões.

Representantes de diversos setores e autoridades estiveram presentes.

Na avaliação de Reinaldo, o aumento de crédito oferecido pelo FCO é um ponto forte nesse momento de retomada da economia e pode promover mudanças em tempos de crise. Para este ano, está sendo disponibilizado R$ 1 bilhão a mais do que em 2016, totalizando R$ 2,3 bilhões. Dados apresentados pelo governador revelam que em todos os anos de FCO, MS emprestou R$ 5,5 bilhões, montante que representa cerca de 50% do valor disponibilizado somente em 2017.

"Só nesse ano temos R$ 2,5 bilhões o que representa quase 50% de tudo o que foi emprestado pelo FCO, de uma única vez. Precisamos aproveitar essa oportunidade, desburocratizar, avançar com as instituições financeiras repassadoras para que esse dinheiro chegue na mão dos tomadores e fomente a atividade produtivas no MS, com geração de emprego e renda e oportunidades. Batalhamos muito, junto com o Ministério da Integração Nacional, para ter esse recurso extra. Agora o grande desafio é fazer com que chegue na mão dos empresários para reaquecer nossa economia", declarou.

Conforme o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, o governo vem desenvolvendo um trabalho de estruturação nos últimos dois anos para atender com eficiência as demandas do setor empresarial. Sobre o FCO, Jaime informou que de 2.015 para cá foram aplicados R$ 2 bilhões no Mato Grosso do Sul, com geração de mais de 12 mil empregos e destacou que essa é a proposta do Governo: atingir os 79 municípios olhando para o desenvolvimento e com foco nas atividades que o Estado precisa crescer. Outro ponto que motivou os empresários presentes foi a informação de que nenhuma carta consulta tem ficado mais de 15 dias no Governo.

"Estamos conseguindo agilizar de uma maneira muito forte a colocação desses processos dentro do banco. Tivemos boas noticias: o setor rural que sempre tem uma procura significativa, pela primeira vez está equiparado com o empresarial em demanda de recursos. Temos a informação que praticamente R$ 900 milhões já estão internalizados no Banco do Brasil só esse ano. Precisamos agora que esse recurso seja contratado. Nosso governador tem sido muito atuante no Condel e temos uma reunião no dia 10 de abril visando desburocratizar ainda mais as ações em relação ao FCO", declarou Jaime.

"... desafio que MS seja o estado que vai usar 100% do recurso que está sendo disponibilizado em 2017", disse Zanettin.

O superintendente estadual do Banco do Brasil, Gláucio Zanettin Fernandes, pontuou a importância do recurso para que o estado se desenvolva cada vez mais e reforçou o processo de desburocratização que vem sendo implementado. "O banco está preparado para atender a todos. Podem procurar nossas agências que os processos foram simplificados e atuação está bastante rápida, assim como a resposta. Vamos atender os anseios de todos para que o estado se desenvolva cada vez mais. Para tanto lançou o desafio: que Mato Grosso do Sul seja o estado que vai usar 100% do recurso que está sendo disponibilizado em 2017", afirmou.

De acordo com o banco, a Caravana do FCO tem o objetivo de intensificar e ampliar o acesso às condições do Fundo. As cidades que já receberam a caravana foram Ponta Porã, Maracaju, Três Lagoas e Campo Grande. A última rodada será realizada nesta sexta-feira (31), em Dourados a partir das 9h, na Associação Comercial e Empresarial do município.

Estiveram presentes no evento o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; os deputados estaduais Junior Mochi (presidente da Assembleia Legislativa de MS), Rinaldo Modesto, Mara Caseiro e Paulo Siufi; o presidente da Faems, Alfredo Zamlutti Júnior; o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito; clientes do banco; representantes das empresas especializadas na elaboração de processos; membros da diretoria do Banco do Brasil; bem como outras autoridades.

Confira outras fotos do evento.

Diana Gaúna - Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Edemir Rodrigues

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.