Representantes universitários e Dnit se reúnem para viabilização da rota bioceânica

  • Uems
  • 28/abril/2017 9:47 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul
Dourados (MS) - Na quarta-feira (26) representantes de universidades de Mato Grosso do Sul se reuniram com a equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) responsável pela condução técnica na construção da ponte entre Brasil e Paraguai, que viabilizará a construção da rota Bioceânica. No encontro foram apresentados estudos e perspectivas da construção e estabelecido um plano de trabalho envolvendo as instituições de ensino participantes do projeto.

O reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), Fábio Edir dos Santos Costa, destacou que desde o início das discussões sobre o projeto, universidades do Brasil, Paraguai, Argentina e Chile assumiram compromisso junto a seus respectivos governos de auxiliarem na viabilização.

A chamada rede universitária tem sido responsável pela preparação de estudos e análises no âmbito da Rota ao longo de seu trajeto, ampliando o foco de atuação do projeto que contemplará não só aspectos de infraestrutura e logística, mas também de preservação ambiental, fomentação cultural e estimulo às economias locais.

No encontro desta tarde o superintendente do Dnit em Mato Grosso do Sul, Thiago Carim Bucker, afirmou que a cooperação interinstitucional na forma como tem sido estabelecida para a viabilização da Rota é uma ação inédita, com grande potencial de qualificar o projeto. O superintendente afirmou que o Dnit atuará na parte técnica de construção da ponta entre Brasil e Paraguai, mas outros estudos em áreas como meio ambiente e social, serão conduzidos pelas universidades.

A próxima reunião do grupo de trabalho será realizada em duas semanas.

Texto e foto: André Mazini - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems)

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.