Rose acompanha abertura nacional da colheita de soja em Ponta Porã

  • Geral
  • 25/janeiro/2017 4:20 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

A governadora em exercício, Rose Modesto, acompanha nesta quinta-feira, em Ponta Porã, a abertura oficial da colheita da soja. As atividades, incluindo palestras, que marcam o início da colheita, começam às 8h na Fazenda Agropastoril Jota Basso.

Mais de 140 autoridades confirmaram presença, entre elas Neri Geller, secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, o senador Waldemir Moka, dirigentes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e empresários do agronegócio. Os convidados serão recepcionados pelo prefeito Hélio Peluffo Filho.

O evento é promovido pela Soja Brasil (Projeto do Canal Rural) em parceria com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja-MS). As palestras e atividades começaram nessa quinta-feira.

Neste ano agrícola a propriedade rural escolhida para sediar o evento foi Agropastoril Jotabasso, que tem uma área de cultivo de 27,5 mil hectares de soja, com experiência de 30 anos na produção de sementes da oleaginosa.

A expectativa, segundo os organizadores é de que 1,5 mil pessoas participem das atividades, entre produtores rurais, investidores, pesquisadores, técnicos, autoridades e profissionais do setor. Ponta Porã é segunda maior produtora de soja no Estado; a primeira é Maracaju.

Mato Grosso do Sul é o quinto maior produtor de soja do país, atrás de Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e Goiás.

Na última safra, Mato Grosso do Sul produziu 7,60 milhões de toneladas de soja, em uma área de 2,46 milhões de hectares. Expectativa é de colher 7,79 milhões de toneladas na safra 2016/2017, o que representaria um crescimento de 2,44%.

Se esse número se confirmar, Mato Grosso do Sul terá produção historicamente recorde. O Brasil poderá registrar em 2017 a maior safra de sua história: 213,7 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas.

As previsões, se confirmadas, indicam que este ano a safra poderá ser 16,1% superior ao total do ano passado: 184 milhões de toneladas – uma queda de 12,2% em relação ao recorde de 2015 (209,7 milhões).

A iniciativa é uma parceria da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Mato Grosso do Sul (Senar/MS), Federação de Agricultura e Pecuária do estado (Sistema Famasul), Aprosoja/MS e Canal Rural.

Edmir Conceição - Subsecom.

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.