Vice-governadora Rose Modesto amplia serviços em defesa da cidadania na Caravana da Saúde

  • Geral
  • 15/maio/2015 3:39 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

“Cidadão com direitos garantidos é cidadão que adoece menos”

Rose Modesto

Ponta Porã (MS) - A reestruturação que o Governo do Estado realiza na área da Saúde também tem como meta assegurar o pleno exercício da cidadania dos sul-mato-grossenses. O carro-chefe dessa mudança, a Caravana da Saúde, que tem a missão de percorrer as microrregiões do Estado e levar a cada cidade visitada mutirão de consultas, cirurgias, passa a contar também com programas, projetos e investimentos da Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

Na primeira edição, em Coxim, a Sedhast também esteve presente, mas desta vez, em Ponta Porã, a pasta amplia os serviços oferecidos. Participam nesta edição, as Superintendências de Direitos Humanos e Benefícios Sociais; as Subsecretarias da Igualdade Racial, de Políticas Públicas para Mulheres e da Juventude; além de Procon e Funtrab.

“Neste novo momento de construção de políticas públicas para o cidadão sul-mato-grossense, a saúde é vista  através de uma visão mais ampla, que incorpora a cidadania como exercício de direitos e o nivelamento de oportunidades, como, por exemplo, estar posicionado no mercado de trabalho; enquanto consumidor, saber reclamar quando há algo irregular no mercado; enquanto mulher, não ter seus direitos violados; enfim, a saúde é transversal às políticas com as quais trabalhamos na Sedhast. E o cidadão com exercício de direitos garantidos é cidadão que adoece menos”, pontuou a  secretária e vice-governadora Rose Modesto.

O Direitos Humanos trabalhou nesta sexta-feira (15) com capacitações para os Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e  Creas (Centros Especializados de Referência de Assistência Social) com público de aproximadamente 50 profissionais entre psicólogos e assistentes sociais. O objetivo é alinhar a atuação e também promover diagnóstico dos serviços nesses centros no local.

15-05 Caravana da Saude Ponta Pora
Equipe da Superintendência de Direitos Humanos em atividade hoje com a Caravana da Saúde em Ponta Porã

As recém-criadas pastas das Subsecretarias de Igualdade Racial e de Políticas Públicas para Mulheres têm a missão de levar informação, capacitação e serviços. Já a Subsecretaria da Juventude trabalha com a pauta do Empreendedorismo Juvenil.

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) e o Procon (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor) atuam com serviços como orientações sobre microcrédito, encaminhamento ao mercado de trabalho, emissão de CTPs e entrada no Seguro-Desemprego no primeiro órgão, e orientações ao consumidor e legislação pertinente à área para o segundo.

Há ainda a atuação da Superintendência de Benefícios Sociais que vai divulgar ações como o Programa Vale Universidade, um benefício social para alunos de universidades e faculdades de todo o Estado.

Coletar banco de dados durante as edições do projeto é outra proposta da vice-governadora. “A meta é atuar nos locais em que a Caravana passa para também podermos levantar diagnóstico da nossa pasta sobre aquela região e assim construir políticas públicas pontuais para os locais específicos”, destaca Rose, que acrescenta: “aumentamos a nossa participação nesta edição para que os nossos serviços também cheguem ao interior com mais força; ao passo que também vamos proporcionar essa interação com os agentes públicos e sociedade civil para atualizarmos informações sobre a realidade local”.

Sobre a Caravana

Os atendimentos na microrregião de Ponta Porã, que ainda abrange as cidades de Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia e Paranhos, começaram em abril e o Dia D da Caravana acontece neste domingo (17) com as presenças do governador Reinaldo Azambuja e da vice-governadora e secretária Rose Modesto, na cidade de fronteira.

São 11 microrregiões do Estado a serem visitadas pela Caravana da Saúde, além de Coxim cidade que recebeu a abertura do programa e agora Ponta Porã, o projeto será instalado em Aquidauana, Campo Grande, Jardim, Corumbá, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba e Três Lagoas.

Carretas equipadas com estrutura médica ficam estacionadas nas cidades e promovem atendimentos que chegam ao número dos milhares. Em Coxim, foram 8 mil procedimentos médicos enquanto em Ponta Porã, a meta é alcançar mais que o triplo da primeira edição, com 30 mil procedimentos.

Equipamentos para os hospitais locais também são disponibilizados nas cidades. Entre as especialidades oferecidas estão: Ortopedia, Cirurgia Geral, Oftalmologia, Urologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia Ginecológica.

Michelle Rossi (Assessoria Vice-Governadoria e Sedhast)

Fotos: Leca e Jéssica Barbosa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.