Tradicional Chá Acadêmico reúne amantes da literatura em palestra no Centro Cultural

  • Cultura
  • 30/março/2017 12:17 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – Tradicional evento da Academia Sul-mato-grossense de Letras que conta com apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), o Chá Acadêmico apresenta nesta quinta-feira (30 de março), às 19 horas, na sala Rubens Corrêa do Centro Cultural José Octávio Guizzo palestra ministrada pela doutora e escritora Raquel Naveira, que discorrerá sobre “A trajetória literária de Visconde de Taunay”. O evento tem entrada franca, duração aproximada de 60 minutos e classificação livre.

Da programação anual da Academia, o Chá Acadêmico é destaque e o evento mais concorrido, pois criado no mês de fevereiro de 2005, tem proporcionado um benefício enorme no campo do conhecimento literário e aglutinando autoridades civis, militares e eclesiásticas, num conjunto formidável de palestras com a finalidade de incentivar a literatura de Mato Grosso do Sul.

O Chá Acadêmico ocorre sempre na última quinta-feira de cada mês e será realizado no Centro Cultural até que a Academia termine a construção de sua sede própria, que fica localizada na rua 14 de Julho, no bairro São Francisco.

A palestrante - Raquel Naveira formou-se em Direito e em Letras pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), onde exerceu o magistério superior desde 1987 até 2006, quando se aposentou e mudou para São Paulo, onde permaneceu por dez anos.

Doutora em Língua e Literatura Francesas pela Universidade de Nancy, França. Mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie/SP. Apresentadora do programa literário “Prosa e Verso” pela TV UCDB (2000-2006) e do “Flores e Livros” pela UP TV e pela ORKUT TV.

Pertence à Academia Sul-mato-grossense de Letras, à Academia Cristã de Letras de São Paulo e ao Pen Clube do Brasil. Realiza palestras e oficinas literárias. Escreveu vários livros, entre eles: Abadia e Casa de Tecla, finalistas do Prêmio Jabuti de Poesia da CBL.

Associação Sul-mato-grossense de Letras (ASL) Nascida à sombra de uma árvore, fundada pelos escritores Ulisses Serra, Germano Barros de Souza e José Couto Vieira Pontes no dia 30 de outubro de 1971, a atual Academia surgiu com o nome de Academia de Letras e História de Campo Grande.

A instalação oficial se deu na noite de 13 de outubro de 1972, no Hotel Campo Grande.  Com 40 cadeiras vitalícias, aos moldes da Academia Brasileira de Letras (ABL), mantém ao longo da sua existência uma história marcante voltada para a defesa do vernáculo e o cultivo da arte literária, zelando e incentivando todas as derivações da cultura estadual e nacional.

Serviço: Mais informações sobre o Chá Literário podem ser obtidas pelo telefone (67) 3382-1395 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na rua 26 de Agosto, 453 Centro.

Contato para a Imprensa: Presidente da ASL - Reginaldo Alves de Araújo: 99908-3304.

Marcio Breda - Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS)

Fotos: Arquivo

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.