Três lugares para conhecer no Dia Mundial da Conscientização sobre Acessibilidade

  • Acessibilidade
  • nrodrigues
  • 20/maio/2023 6:00 am
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

“Acessibilidade é o caminho da inclusão”. A frase é da subsecretária de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Telma Nantes de Matos, e demonstra o caminho que o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul tem seguido na construção de políticas públicas para as pessoas com deficiência.

Na data em que se comemora o Dia Mundial da Conscientização sobre Acessibilidade, 20 de maio, a subsecretária explica que o trabalho da pasta ligada à Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania) é de tornar os espaços cada vez mais acessíveis.

“Um exemplo é o Bioparque Pantanal que tem uma equipe de acessibilidade e todos os espaços são acessíveis desde o atendimento à visitação”, cita Telma.

Na parte da cultura, a Biblioteca Estadual Isaías Paim também oferece projetos de acessibilidade, como livros em braille, além de sediar cursos e oficinas. Nas apresentações artísticas, além de intérpretes de Libras, o Governo tem incluído a audiodescrição.

“No programa MS Acessível, a subsecretaria tem dialogado com os municípios para que as cidades sejam mais acessíveis como obras, escolas”, pontua Telma.

No Dia Mundial da Acessibilidade, a Setescc lista três lugares para pessoas com deficiência ou não, conhecerem aqui em Campo Grande.

“A acessibilidade é boa para todas as pessoas e deve ser um compromisso de todos nós, não só para as pessoas com deficiência, mas idosos, quem está com dificuldades de locomoção, crianças. Precisamos desenvolver este olhar para a acessibilidade como uma necessidade básica, a garantia do direito de ir e vir”, ressalta a subsecretária.

Bioparque Pantanal

Com o projeto “Bioparque para todos, iguais na diferença”, o complexo tem como um dos pilares a inclusão, buscando oferecer uma experiência única com acesso à informação e conhecimento em todos os aspectos. O local fica aberto de terça à sábado, com agendamento.

Hora: 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h30
Local: Avenida Afonso Pena 6.001
Entrada: Gratuita, com possibilidade de agendamento.

Museu das Culturas Dom Bosco

O Museu apresenta iniciativas de acessibilidade quanto às atividades de visitação aos espaços expositivos e didáticos de seu rico acervo. Além disso, o Projeto Libras no Museu mostra um pouco da coleção etnográfica em exposição.

Hora: 13h30 às 16h30
Local: Avenida Afonso Pena, 7.000 - Parque das Nações Indígenas
Entrada: Gratuita

Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim

A biblioteca que já foi sede para realização de cursos do sistema braille e da língua brasileira de sinais conta com o Espaço Acessível com mais de mil livros em braile, além do suporte de impressora braille, máquina perkins, lupa para baixa visão, teclado colmeia para mobilidade reduzida, entre outros materiais.

Hora: 8h às 13h
Local: Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 – Centro
Entrada: Gratuita

Paula Maciulevicius e Matheus Carvalho, Comunicação Setescc
Fotos: Eduardo Coutinho/Bioparque

--

Relacionada:

Agendão do fim de semana tem Cãominhada, Semana de Museus e Festa de São Benedito

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.