Em novo caso de crime ambiental em Bonito, homem é multado por exploração ilegal demadeira

  • Meio Ambiente
  • 23/maio/2016 4:37 pm
  • Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – Um novo crime ambiental foi flagrado em Bonito. Durante fiscalização nas propriedades rurais no município, Policiais Militares Ambientais autuaram ontem (22) à tarde um fazendeiro por exploração de madeira de lei, sem autorização do órgão ambiental. Em uma mata nas proximidades da sede da propriedade rural, a PMA encontrou cinco árvores derrubadas da espécie Aroeira (protegida por lei), que eram exploradas sem licenciamento do órgão ambiental.

As árvores exploradas estavam sendo transformadas em postes e estacas para uso em cercas da fazenda. Foi apreendida toda a madeira protegida resultante das árvores derrubadas.

O proprietário rural, de 52 anos, morador de Guia Lopes da Laguna, foi autuado administrativamente e multado em R$ 2,5. Ele também responderá por crime ambiental, que tem pena prevista de um a dois anos de reclusão.

A espécie vegetal aroeira é protegida por lei. A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Assessoria de Comunicação da PMA.

Veja Também
Últimas Notícias

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.